Tomando como ponto de partida um inseguro organizador que busca realizar uma obra “de peso” ao redor da narrativa do alemão Hans Staden — autor do primeiro livro publicado sobre o Brasil, Duas viagens ao Brasil, de 1554, no qual relata os meses em que passou cativo de tupinambás antropófagos —, Oito viagens ao Brasil apresenta e discute o complexo amálgama de indústria, arte e códigos culturais vigentes que deu origem à criação da imagem do Brasil . Além disso, em suas misturas de ficção com História e de linguagem visual com escrita, é uma verdadeira demonstração prática das possiblidades de ocupação do suporte impresso,: dentro da caixa encontramos um livro-objeto completamente rasgado; um volume trazendo uma narrativa visual com colagens sobre fotografias oficiais de presidentes e imperadores do Brasil; personagens fictícios que discutem entre si através dos diversos volumes; textos originais de Hans Staden ilustrados por fotografias contemporâneas (e nada charmosas) de Ubatuba; xilogravuras da primeira edição de Staden emoldurando um texto ficcional contemporâneo e uma história em quadrinhos pra lá de amadora, entre outras coisas.

832 páginas (57 rasgadas)

13 x 18 x 7 cm

WMF Martins Fontes /
Biblioteca Brasiliana Guita
e José Mindlin

2017

caixa contendo 08 volumes

LIVRO 01 Texto ficcional escrito por Arthur Júnior, ilustrado com xilogravuras da edição original (1557) do livro de Hans Staden.

80 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 4 X 4 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão.

baixe

LIVRO 02 Texto majoritariamente não ficcional (apesar de escrito pela personagem fictícia Neide Aveloni) sobre o nascimento da cultura impressa e sua influência na criação da imagem do Brasil .

208 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 4 X 4 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão.

LIVRO 04 Narrativa visual composta por imagens mesclando gravuras de Theodor de Bry a fotos oficiais de presidentes, imperadores e ditadores do Brasil, desde sua independência até os dias de hoje.

64 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 4 x 4 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhadas à mão.

LIVRO 07 Gravuras de Theodor de Bry ilustrando o Brasil descrito por Hans Staden, acompanhado de texto ficcional escrito por Arthur Junior.

160 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 4 x 4 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão.

LIVRO 08  Texto e fotos de Marcão.

80 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 4 x 4 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão.

LIVRO 06 Texto original da narrativa de Hans Staden (A Terra e seus Habitantes), ilustrado com fotos contemporâneas da cidade de Ubatuba tiradas pelo personagem fictício Marcão.

160 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 4 x 4 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão.

LIVRO 05 Livro-objeto, completamente rasgado (o que restou, contém excerto de uma narrativa ficcional escrita por Suhelly Souza Hvroldt).

64 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 1 x 1 cmyk // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão // páginas rasgadas individualmente.

LIVRO 03 Texto original da narrativa de Hans Staden (dos capítulos de 18 a 39), com imagens — gravuras e vinhetas — retirados das Grandes Viagens de Theodor de Bry (1594).

112 páginas // 12,4 x 17,6 cm // 2 x 2 k + pantone // costura com água de cola em lombada aparente; capa numerada, impressa manualmente com matriz de mdf entalhada à mão.

BAIXE O COMEÇO DO LIVRO 04

BAIXE O QUE RESTOU DO LIVRO 05

EXPOSIÇÃO

de 24 de junho a 14 de agosto de 2017 — Museu da Casa Brasileira (SP)

de 04 de agosto a 10 DE SETEMBRO de 2017 — Caixa Cultural BRASÍLIA (DF)

primeiras impressÕES — OS VÍDEOS

CARTAZES

Para o lançamento de Oito viagens ao Brasil, foram produzidos quatro cartazes em serigrafia.

04 modelos // 42 x 29,7 cm // tiragem única de 50 un. de cada // Impresso em serigrafia, três cores sobre impressão digital em papel pólen bold 90 g/m2.

NA MÍDIA

Linguagem
sem limites.

Gustavo Piqueira gosta de ver seus projetos transitarem em diversas categorias. Podem ser livros [...]

Publicado no Correio Braziliense,

em 04 de agosto de 2017.

Oito Viagens pelo Brasil é lançado em São Paulo.

Gustavo Piqueira é um publicitário, escritor, tipógrafo e designer paulistano que não deve dormir [...]

Publicado no jornal A Tribuna.

O homem que desenhava.

Um jogo de jantar com tudo dentro – porta-copos, guardanapos, jogo americano
– pode, sim, ser um livro. Se não quiser ler, ou se não gostar, sempre dá para servir [...]

Publicado na Folha de São Paulo, em 17 de junho de 2017.

8 viagens ao Brasil,
um livro de Gustavo Piqueira

Publicado no canal da Caixote Amarelo, em 25 de junho de 2017.

Marisa Midori fala sobre “Oito Viagens ao Brasil”.

O livro Oito Viagens ao Brasil,
de Gustavo Piqueira, é a indicação
de leitura da professora Marisa Midori, na coluna “Bibliomania”
desta semana [...]

Publicado no Jornal da USP.

Livro conceitual explora a história
da iconografia brasileira.

Oito Viagens ao Brasil, novo livro do artista Gustavo Piqueira e primeira publicação com o selo da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin [...]

Publicado no Jornal da USP.